CEAPortlet

Centro de Educação Ambiental

Avarias

Avarias

gestprocessosonline.JPG

GestProcessos Online

 

Atendimento on-line

Atendimento Online

Decorreram esta semana, nas praias de Suave Mar e Ofir, sessões da “Caça à Beata”, uma iniciativa de educação ambiental promovida pela Esposende Ambiente no âmbito do Plano de Atividades do Centro de Educação Ambiental 2020/2021 e do Programa da Bandeira Azul para a presente época balnear, e que tem como objetivo a sensibilização dos mais jovens e dos banhistas para o problema ambiental decorrente de descarte inapropriado das beatas de cigarros.

Estas ações de voluntariado ambiental contaram com a participação das crianças do Centro Social de Belinho e do CATL de Rio Tinto, bem como de vários particulares, que dedicaram parte do seu tempo de férias a recolher as beatas erradamente deitadas fora. Em Portugal, estima-se que sejam deitadas ao chão cerca de 7 mil beatas a cada minuto.
A ação desenvolvida na praia de Suave Mar coincidiu também com o segundo dia da iniciativa The Butt Hike (A Caminhada das Beatas), um projeto desenvolvido por Andreas Noe, mais conhecido por The Trash Traveller - https://www.instagram.com/thetrashtraveler/?hl=pt. Como resultado desta parceria, foi criado pela equipa do projeto “The Butt Hike”, a partir de beatas de cigarro, um trabalho artístico com vista à sensibilização dos jovens voluntários, bem como dos banhistas e transeuntes, para este problema. No âmbito desta iniciativa de âmbito nacional e apadrinhada pela ABAE, Andreas e a sua equipa irão percorrer mais 30 cidades desde Viana do Castelo até Vila Real de Santo António, recolhendo beatas e alertando para os problemas ambientais da deposição deste resíduo na via pública e nos espaços naturais. Todas as beatas recolhidas ao longo das ações desenvolvidas no concelho foram entregues à equipa do projeto, para que no final da época balnear sejam contabilizadas e recicladas.
Para além da iniciativa “Caça à beata”, a Esposende Ambiente tem vindo a promover desde o início de julho um conjunto diversificado de atividades lúdico-pedagógicas, com o objetivo de ocupar os tempos livres das crianças e jovens durante as férias letivas do verão. Estas atividades, ligadas a temáticas ambientais como a gestão dos recursos hídricos, a problemática do lixo marinho, a politica dos 3 R’s e a importância da biodiversidade marinha, sem esquecer a necessidade de todos adotarmos comportamentos e práticas ambientalmente sustentáveis em contexto de férias, decorrem nas praias galardoadas com a Bandeira Azul e nos espaços do Centro de Educação Ambiental, contando até à data com a participação de cerca de 500 crianças provenientes de diversas instituições e centros de estudo concelhios, bem como crianças particulares.
As Oficinas de Férias de Verão no CEA e o formato das iniciativas propostas foram adaptadas à nova realidade face à situação de pandemia que o mundo atravessa, com a implementação das recomendações da DGS e garantindo todas as medidas de segurança em vigor.
Até final do mês de agosto é possível ainda participar numa das atividades dirigidas a crianças e jovens dos 5 aos 12 anos, como é o caso do jogo “A Viagem da Clarinha”, da oficina “Use e re-Use no verão”, da iniciativa “Vamos brincar com o Caça-Sujões” ou da história “A aventura da Maresia”.
As atividades de educação ambiental contribuem para a concretização de vários Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, em particular para os ODS’s 4, 6, 11, 12, 13, 14 e 15.
O programa das Oficinas de Férias de Verão no CEA 2021 pode ser consultado no site da Esposende Ambiente, EM, www.esposendeambiente.pt. ou no blogue CEA em Blogue.

Plano de contingência COVID-19
   
Atendimento
   
A sua opinião é importante
imagemPortlet copy.png
   
CEA  em Blog
imagemPortlet
Desafios
dia a dia
Desafio dia a dia
   
Leituras
Leituras
   
Qualidade da água
   
Praias
   
Faturação
Eletrónica
   
QUIZ da Água  
   
SUMAKids
   
E-MOVE
   
Empreitadas
   
E|Ribeiras
   
Resp.
Social
Empresarial